FRAUDE EM LICITAÇÕES

OPERAÇÃO METÁSTASE: Polícia Federal faz operação em Organizações Sociais de Saúde e Sesab na Bahia nesta quinta


Postada em 19/11/2020 08:40:44 | Atualizada em 19/11/2020 09:02:05

Organizações Sociais de Saúde (OSs) e a Secretaria de Saúde da Bahia, em Salvador, são alvos de uma operação da Polícia Federal (PF) na manhã desta quinta-feira (19). Foram expedidos seis mandados de prisão, cinco de preventiva e um de temporária, e outros 16 de busca e apreensão. Além da capital baiana, eles são cumpridos nos municípios de Castro Alves, Guanambi e Juazeiro. Segundo o site Bahia Notícias, um dos alvos é o setor responsável por contratos.

 

De acordo com a PF, a operação batizada de Metástase conta com apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e visa a desarticular um esquema de fraude em licitações e desvio de recursos públicos destinados à gestão do Hospital Regional de Juazeiro. Por lá, um dos alvos é o IBDAH. Já em Castro Alvez, o foco é o IPI.

 

Os agentes apuraram que a organização criminosa investigada passou a dominar a gestão de inúmeras unidades da rede estadual de saúde sob gestão indireta. Com fraudes nas licitações públicas, eles usavam diferentes Organizações Sociais de Saúde (OSs), que, na verdade, são controladas pelo mesmo grupo empresarial. Ou seja, eram registradas em nome de "laranjas".

 

De acordo com a apuração da PF, essas OSs passaram a contratar empresas de fachada ligadas ao mesmo grupo investigado, com contratos feitos de forma direcionada e com superfaturamento. Através desse esquema, "os recursos públicos destinados à administração hospitalar eram escoados, sem que muitos dos serviços fossem efetivamente prestados ou os produtos fossem fornecidos", diz a corporação.

 

A medida é decorrente de um inquérito instaurado em setembro pelo Ministério Público Federal (MPF) para apurar supostos desvios na unidade de saúde.

 

Por: CliC101 | BN

 

contato@clic101.com.br
73 98108.5898 | 73 8112.0914

© 2013 - 2020 todos os direitos reservados www.clic101.com.br
CliC101 Mais Conteúdo. Desenvolvido por: Welisvelton Cabral  

 

 

 

 

 

 

X