DESPREZO PELA CULTURA

Itabela: Dois anos sem A Paixão de Cristo; “Cultura cabe em qualquer lugar”, diz o ator, produtor e jornalista Rai Alves


Postada em 20/04/2019 08:19:42 | Atualizada em 20/04/2019 08:27:24

Mais um ano, pela segunda vez consecutiva, a população de Itabela e região passa o período da Páscoa sem um dos seus mais importantes e destacados marcos culturais, o espetáculo A Paixão de Cristo, evento premiado por inúmeras vezes pela sua qualidade e importância junto a comunidade.


A reportagem do CliC 101 foi buscar junto a um dos ícones da cultura, o ator, diretor e jornalista Rai Alves, um depoimento sobre esse momento lamentável para a cultura itabelense, que por essas bandas parece ter chegado ao fundo do poço.


Enquanto cidades de toda a região avançaram e seguem incrementando os processos culturais, Itabela, precursora, detentora de grandes valores e promessas no setor artístico, especialmente no seio da juventude, perdeu o bonde da história, se encontrando imersa num enlameado e escuro buraco negro, do qual não se vislumbra sinais de que possa emergir.


Na busca e no encontro da oportunidade de continuar mostrando o seu valor, o valor da sua arte, exibida com reconhecimento em rede nacional, na capital baiana Rai Alves deixou por instantes os seus afazeres para gravar o depoimento que transcrevemos abaixo, sem comentários, que são desnecessários diante do conteúdo sucinto, mas sincero, forte, emocionado, e ao final, com ares de indignação, comentários também desnecessários diante de tudo que está contido no depoimento, diretamente e nas entrelinhas.


Confira o depoimento do ator, diretor e jornalista Rai Alves:

 

É importante entender que o processo cultural é importante para o avanço de uma comunidade.


A comunidade de Itabela já tinha como referência todo ano A Paixão de Cristo, embora a gente perceba que há dois anos não acontece.


Acredito que o processo atual do país também tem afetado isso, mas é preciso que todo dirigente de um município, seja o prefeito, tenha que observar a função social da cultura.


A cultura serve também para aglutinar pessoas, serve para levar reflexão e também para levar diversão.


Hoje seria um dia muito especial aí em Itabela se nós tivéssemos continuado com o processo de fazer o espetáculo A Paixão de Cristo.


Sinto muito por essa ausência do fazer cultural, no qual estávamos estimulando a juventude dessa cidade, estávamos estimulando os artistas dessa cidade, estimulando os atores dessa cidade, e essa cidade tem uma história cultural que é incrível.


Itabela já foi premiada inúmeras vezes.


É preciso que se olhe a cultura com uma visão histórica, uma visão de futuro.


Fazer cultura é fazer o desenvolvimento do futuro da cidade.


Cultura cabe em qualquer lugar.

 

Por: CliC101 | Idalício Viana

 

TAGS: cultura
contato@clic101.com.br
73 98108.5898 | 73 8112.0914

© 2013 - 2019 todos os direitos reservados www.clic101.com.br
CliC101 Mais Conteúdo. Desenvolvido por: Welisvelton Cabral  

 

 

 

 

 

 

X