X
REUNIÃO MINISTERIAL

´Despetizar`, novo verbo da era Bolsonaro; ´Movimentação incomum`em gastos de Temer no apagar das luzes


Postada em 03/01/2019 15:31:09 - Atualizada em 03/01/2019 15:32:06

Após a primeira reunião ministerial do novo governo, “uma movimentação incomum de exonerações e nomeações e recursos destinados a ministérios” no apagar das luzes da gestão Michel Temer foi identificada pela equipe de governo do presidente Bolsonaro, que vai promover a revisão delas nos últimos trinta dias em todos os ministérios.

 

"O alto volume causou estranheza", afirmou o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, depois de quase três horas de reunião. "O presidente pediu para verificar para onde foi o dinheiro, por que e se tem suporte para ter sido feito."

 

Foto: EBC

"Despetizar a administração pública", como definiu Onyx, foi tomada como exemplo pelo governo

 

Essa foi a maneira de o ministro justificar a exoneração de 320 funcionários de cargos de confiança vinculados à sua pasta, que passarão a partir de agora por uma triagem para que o novo governo identifique quem foi indicado durante as gestões Lula e Dilma Rousseff. Estes, segundo ele, devem ser demitidos definitivamente. Os outros poderão ser readmitidos nas suas funções.

 

"Precisamos ter a coragem de fazer o que talvez tenha faltado ao governo que terminou no dia 31 [de dezembro de 2018], de, logo de início, limpar a casa". "É o único jeito de poder tocar nossas ideias e nossos conceitos, fazer aquilo que a sociedade brasileira decidiu por maioria. Dar um basta nas ideias socialistas e comunistas que, por 30 anos, nos levaram a esse caos", disse Onyx.

 

Por: CliC101 | BN

 

contato@clic101.com.br
73 98108.5898 | 73 8112.0914

© 2013 - 2019 todos os direitos reservados www.clic101.com.br
CliC101 Mais Conteúdo. Desenvolvido por: Welisvelton Cabral