SALVANDO VIDAS

OAB/Eunápolis reforça a importância da campanha no Dia do Doador de Sangue


Postada em 25/11/2018 18:28:11 |

No dia 25 de novembro, é celebrado o Dia do Doador de Sangue. A data foi criada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), para sensibilizar a população e lembrá-la da importância desse gesto nobre que pode salvar vidas.

 

A OAB/Eunápolis homenageia todos os doadores e conclama os advogados inscritos no quadro da Subseção a também entrar nesta corrente de amor ao próximo doando sangue no decorrer dessa semana que se inicia.

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que pelo menos 3% da população de um país seja doadora. No Brasil, esse número é de 1,8%.

 

Doar sangue é seguro. O procedimento é orientado e acompanhado por profissionais de saúde capacitados e experientes, e todo o material utilizado na coleta é descartável.

 

Doar sangue não faz mal à saúde. O organismo repõe rapidamente, entre dois e três dias a quantidade de sangue doada.

 

“Essa atitude pode mudar vidas. Esse trabalho, além do espírito de solidariedade e cidadania, também promove uma conscientização de toda a sociedade para a importância desse gesto que, em aproximadamente 5 minutos, pode trazer vida e esperança a muitas pessoas e famílias” pontuou Alex Ornelas -  Presidente da OAB/Eunápolis.

 

Saiba quais são as condições básicas para doar sangue:

. Sentir-se bem, com saúde;

. Apresentar documento com foto, válido em todo o território nacional;

. Ter entre 16 e 69 anos de idade;

. Ter peso acima de 50 Kg.

 

Recomendações para o dia da doação:

. Nunca vá doar sangue em jejum;

. Fazer um repouso mínimo de 6 horas na noite anterior à doação;

. Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores;

. Evitar fumar por pelo menos 2 horas antes da doação;

. Evitar alimentos gordurosos nas 3 horas antecedentes à doação;

 

Quem não pode doar?

 . Quem teve diagnóstico de hepatite após os 11 anos de idade;

. Mulheres grávidas ou que estejam amamentando;

. Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue, como AIDS, hepatite, sílilis e doença de chagas;

. Usuários de drogas;

. Pessoas que fizeram tatuagem ou colocaram piercing em locais não controlados pela Vigilância Sanitária nos últimos 12 meses;

 

O que acontece com o sangue doado?

Todo sangue doado é separado em diferentes componentes (como hemácias, plaquetas e plasma) e assim poderá beneficiar mais de um paciente com apenas uma unidade coletada. Os componentes são distribuídos aos hospitais para atender casos de emergência e pacientes internados.

 

Por: CliC101 | OAB Eunápolis

 

contato@clic101.com.br
73 98108.5898 | 73 8112.0914

© 2013 - 2019 todos os direitos reservados www.clic101.com.br
CliC101 Mais Conteúdo. Desenvolvido por: Welisvelton Cabral  

 

 

 

 

 

 

X