GUARATINGA

Por falta de plantonista médica atende paciente voluntariamente em Guaratinga


Postada em 30/12/13 02:49:09 | Atualizado em 02/01/14 07:20:51

GUARATINGA – Sem conseguir atendimento médico no Hospital Joana Moura, em Guaratinga , para sua filha de 01 (um) de Idade, a dona de casa Mirian dos Santos, de 28 anos de idade, moradora na Zona Rural do município foi socorrida pela Drª Cristine Pinto, que se encontrava na cidade em visita familiar. A criança que teve queimaduras pelo corpo provocada por água quente, também é portadora de Anemia Falciforme.

Foto: Reprodução Guarananet

De acordo com as informações da mãe, há pelo menos três dias, a criança teria sofrido as queimaduras, que foram consideradas de 1º e 2º grau, mas só pôde chegar ao hospital, por volta das 7:00h da manha deste sábado, devido as fortes chuvas que caiam na região dificultando assim, o acesso a cidade. Ao chegar no hospital  Miriam e a filha se depararam com a constrangedora situação da falta de um medico no plantão.

Sendo informada pela recepção, que o medico poderia não chegar para atender os pacientes que o aguardava, Mirian saiu carregando nos braços de volta para casa, a criança, que gemia de dores pelos ferimentos, foi quando um morador da cidade se sensibilizou com a situação prestando assistência em procurar a Drª Cristine Pinto, que se encontrava na cidade. Ao notar o estado de saúde em que se encontrava a criança, logo tomou as medidas cabíveis para atender a paciente.

Mesmo sem prestar serviços ao município, a médica usou de sua autoridade de Profissional da Saúde e retornou a criança ao hospital Joana Moura, que continuava sem médico, onde prestou todos os procedimentos hospitalares e internou a criança, que ficou no aguardo do plantonista do dia. Segundo as informações da médica, a criança também sofre de Anemia Falciforme e com as queimaduras pelo corpo, ela poderia ter infecções podendo leva-la a morte. Ainda de acordo a Drª Cristine Pinto, o estado clinico da paciente permanece estável.

A direção do hospital não informou o motivo pelo qual o medico não compareceu, mas independente das explicações este foi um ato de desrespeito e falta de consideração pelos cidadãos que dependem dos serviços públicos hospitalares em Guaratinga.

Além desta criança, diversos pacientes tiveram que voltar para casa sem atendimento. O médico plantonista só chegou ao Hospital por volta das 16:00h do dia.


 

Por: Estevão Silva – guarananet.com

 

TAGS:
contato@clic101.com.br
73 98108.5898 | 73 8112.0914

© 2013 - 2019 todos os direitos reservados www.clic101.com.br
CliC101 Mais Conteúdo. Desenvolvido por: Welisvelton Cabral  

 

 

 

 

 

 

X