ACIDENTE

ITABELA - Criança de 4 anos cai em cratera de obra inacabada e sem isolamento na rua Dr. Talma Sampaio


Obra foi iniciada a mais de um mês
Postada em 14/07/2018 14:13:02 | Atualizada em 14/07/2018 14:42:48

Através da rede social, a mãe relatou o fato ocorrido na última sexta-feira (13/07) na rua Dr. Talma Sampaio. Um menino de 4 anos que brincava nas imediações acabou indo para a beira da cratera e sendo empurrado por outra criança, caindo dentro da vala. A foto postada pela mãe mostra que além de ser fundo o buraco estava com água. Outras crianças que brincavam com o menino avisaram a mãe do que estava ocorrendo. O menino foi socorrido por uma vizinha e levado para o Hospital onde foi medicado.


Nos diversos comentários, uma mulher questiona o que o menino estaria fazendo lá, a mãe explica que ele é acostumado a brincar em frente a casa de “virar cartas”, mas “infelizmente” nesse dia ele não ficou só ali como era de costume. A mãe complementou dizendo “... penso eu que se a área estivesse devidamente isolada, não teria tido esse problema”.

 



É fato que a obra de desobstrução da rede pluvial foi iniciada a mais de um mês e até então não foi concluída. Além da demora para a conclusão, por um motivo ou outro que seja alegado, a prefeitura se descuidou em deixar o local sem o devido isolamento, principalmente porque na rua há uma escola infantil, o que deveria redobrar a atenção das autoridades municipais em relação aos grandes e profundos buracos.


 

A falta de planejamento e as ações tomadas por pressão e emoção causam prejuízo ao município e fazem da administração atual, uma referência em obras de custo elevado.  Prova disso é a rua Jacarandá que teve meios fios e toda a terraplanagem efetuada, placas instaladas, e a obra ficou inacabada, o dinheiro público gasto foi derretido junto com a lama causada pelas chuvas.


 



 

Por: CliC101 | Welisvelton Cabral

 

contato@clic101.com.br
73 98108.5898 | 73 8112.0914

© 2013 - 2019 todos os direitos reservados www.clic101.com.br
CliC101 Mais Conteúdo. Desenvolvido por: Welisvelton Cabral  

 

 

 

 

 

 

X