X
NOTA
Empresário emite nota de repúdio acerca de alegada interdição de estrada vicinal em fazenda em Guaratinga

Postada em 24/01/2019 10:17:12 | Atualizada em 24/01/2019 10:21:10

 

Em contato com a reportagem do Clic 101, sobre a matéria “Produtores rurais reclamam que fazendeiro teria interditado estrada vicinal existente há cerca de 50 anos em Guaratinga” publicada em 23/01/2019, o empresário e advogado Anderson Gutemberg Costa emitiu a Nota de Repúdio abaixo, disse que a afirmação é totalmente inverídica de que tenha havido impedimento de passagem, que lá tem trabalhadores rurais sob responsabilidade da fazenda, tem máquinas pesadas de propriedade da fazenda, e as pessoas acham que a estrada é de Fórmula 1.

 

Segundo o empresário, não se discute a existência da passagem há 50 anos, e sim que as pessoas estão usando de forma imoderada colocando em risco os funcionários e colocando em risco a própria vida deles, alguns andando lá a 80, 100 quilômetros por hora onde tem tratores.

 

Diz que foram feitos quebra-molas no sentido de diminuir a velocidade de tráfego dentro da propriedade para evitar uma tragédia, um funcionário ou alguém se matar debaixo de um trator, falou da preocupação de sinalizar, que o trecho está mais sinalizado do que qualquer outra rodovia em Guaratinga, que não há nenhuma proibição de passar e sim de não deixar a coisa andar ao leo no caminho, e que como se trata de parte interna da fazenda, cabe à empresa dizer como vai passar.

 

"NOTA DE REPÚDIO

 

Em atenção a matéria veiculada neste site de noticias na data de ontem (23/01/2019), acerca de eventual conduta por parte desta Empresa de cessar o livre trânsito em passagem existente à vários anos no interior da Fazenda A4 Agropecuária Ltda, gerando prejuízos à alguns produtores vizinhos, vimos a publico esclarecer:

 

-A família Magewski proprietária de diversas Fazenda que formam  o Grupo A4 Agropecuária Ltda encontra-se precisamente no Município de Guaratinga-BA à mais de 35 (trinta e cinco) anos.

 

-Somos o maior empregador privado deste Município.

 

-A referida via de acesso vicinal, ventilada na dita matéria, estava à anos sendo usada por pedestres, mas também  por motos, carros e caminhões, de forma imoderada, com velocidade incompatível para àquele local, colocando em risco a integridade física de nossos colaboradores, além da possibilidade flagrante de eventuais acidentes com nossas máquinas pesadas que trafegam diuturnamente no interior da Fazenda com terceiros que trafegam na dita via.

 

-A única intervenção adotada, foi a construção de quebra-molas, e a óbvia fixação de placas de sinalização, como forma de diminuir a velocidade pelo local, no afã repito de excluir riscos de acidentes envolvendo nossos funcionários e as nossas máquinas com os transeuntes externos, conforme fotos em anexo.

 

-Assim, qualquer insinuação contrária, que por sinal é leviana, e com intuito de ampla distorção proposital dos fatos, caso atinja a honra da Empresa, de seus proprietários e colaboradores, será veemente rechaçada, tanto na esfera cível como criminal, impondo aos irresponsáveis algozes, a devida punição através do Poder Judiciário.

 

GRUPO A4 AGROPECUÁRIA LTDA"

 



 

Por: CliC101 | Idalício Viana

 

contato@clic101.com.br
73 98108.5898 | 73 8112.0914

© 2013 - 2019 todos os direitos reservados www.clic101.com.br
CliC101 Mais Conteúdo. Desenvolvido por: Welisvelton Cabral